segunda-feira, agosto 28, 2006

Serenity




"Serenity"




Uma passageira com um segredo mortal, seis rebeldes em fuga, uma força totalitarista e implacável em perseguição, uma nave cheia de pinta: aqui estam os ingredientes deste filme de ficção cientifica saído da mente de Joss Whedon, criador das séries "Buffy-caçadora de vampiros" (bosta de mamute) e "Angel" (bosta de brontossauro). Não tirem conclusões precipitadas, este filme tem qualidade e até consegue trazer algo de novo ao mundo da ficção cientifica.
Uma tripulação de rebeldes mercenários liderada por um ex-combatente (representado por Nathan Fillion, conhecido da série "Two guys and a girl") de uma guerra civil galáctica ajudam um jovem rapaz a salvar a sua irmã sem saberem o terrível segredo que a sua mente continha. Ao consciencializarem-se do grande interesse revelado pela força mais poderosa da galáxia, esta tripulação peculiar parte em busca da verdade por detrás dos seus novos passageiros. Muitos efeitos especiais e uma história misteriosa acompanham-nos durante todo o filme, que, aparentado ser de um relativo low budget, não deixa de ser agradável para quem gosta de naves e pistolas de plasma (como é o meu caso). Não é um GRANDE filme mas aguenta-se com orgulho. Se não estou enganado, há uma série na sic radical baseada nele.

O bom: Bons efeitos especiais, gostei especialmente da ultima batalha espacial muito ao estilo star wars, gostei do universo visual e do design das naves, não é cansativo e vê-se bem até ao fim.

O mau: As representações não são das melhores mas o argumento também não ajuda muito, fala-se demasiado na minha opinião. A história e a acção de algumas personagens são algo clichet.

Nota final: 13,5